quarta-feira, 10 de setembro de 2008

9 motivos sérios para perder a barriga !!!!

Galera, definitivamente....têm dias que a rotina te deixa pilhado???? Ontem tive um dia desses....e pior é que quando fico assim, preciso ficar calado !! Meu humor fica negro e irônico e todas as frases que saem de minha boca são subliminares ! é um perigo ! mas o pior é perder a paciêcia e as vezes sem querer, refletir isso nas pessoas que amamos !

Assim, decidi que quando estiver pilhado farei voto de silêncio, assim ninguém se machuca!! Minha válvula de escape será a academia (por que toda essa energia negra tem que vazar por algum lugar não é???)!!

E pra pior as coisas, junta esse calor !! Alguém me explica pra que isso??? pra quê esse calor infernal??? O coisa mais nojenta é calor, suor, cheiros desagradáveis, sonolência, fadiga, moleza, indisposição, enfim, é tudo isso que sinto com dias quentes demais !!

Temperatura de 38° e baixíssima umidade relativa do ar, precisa de mais pra estressar?? ok, então some a isso o ônibus lotado, das 17:30 no trânsito de gayânia ! definição : INFERNO!! Calor é uma coisa que só deveria existir nas férias, bom mesmo é aquele friozinho, pra dar disposição pro dia todo! Você se suja menos, transpira menos, fica cheiroso por mais tempo, pode usar suas roupas mais chiques, é ótimo para comer, transar, malhar, ler, dormir ......enfim....o frio é a melhor coisa do mundo !!!!

E vamos ao post??? Se vocês achavam que sua parriguinha ou "capinha de catupiry" como alguns insistem em apelidá-la, era um charme, veja agora que ela é sua piro inimiga !!

9 motivos sérios para perder a barriga

Conheça razões, muito além da estética, para dar adeus à gordura que se instala no ventre e as medidas essenciais para eliminá-la de uma vez por todas.

O abdômen avantajado se tornou o símbolo do que muitos cientistas e profissionais de saúde acreditam ser um dos males mais proeminentes do século 21: a síndrome metabólica, uma conjugação de problemas que, além da dura barriga de chope, engloba o colesterol alto, a hipertensão e o diabete. A famosa pança, no entanto, é apenas a ponta do iceberg. A gordura que estufa o ventre e se esconde entre órgãos como fígado e intestino é capaz de fazer naufragar o organismo. Chamada de visceral, é como se ela se depositasse no lugar errado, diz a endocrinologista Maria Teresa Zanella, da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp. Sob aqueles pneuzinhos que teimam em escapar da calça e que não são, atenção, formados de gordura visceral em si pode se esconder essa ameaça. Daí a associação entre as medidas e a gordureba entre as vísceras. Mas dá para enxugar a cintura e exterminar o perigo !!


1 - ELA CAUSA DIABETE !

Diferentemente de muita gente barriguda até os magros podem ser barrigudos, lembre-se disso , as células que estocam gordura na região abdominal não costumam ser sedentárias. São mais ativas do que se imagina. Nessa região, elas vivem fabricando substâncias que destrambelham algumas funções do organismo. Além disso, sua gordura tem a capacidade de migrar e fixar moradia em locais como o fígado. Ali, está por trás de alterações que deixam essa glândula confusa, deflagrando uma produção excessiva de glicose. Para suprir a necessidade de insulina, o hormônio que bota todo esse açúcar para dentro das células, entra em cena o pâncreas, que enlouquece na tentativa de atender à enorme demanda. Mas essa gordura estocada no ventre também promove a liberação de muitos ácidos graxos livres, explica o endocrinologista Marcos Tambascia, da Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista. E eles, por sua vez, impedem a ação correta da insulina, completa. Daí, como a substância não consegue cumprir sua missão, sobra açúcar e abrem-se as portas ao diabete tipo 2.

2 - FAVORECE A HIPERTENSÃO

O corpo que exibe uma barriga saliente fica refém de um verdadeiro efeito dominó. Para dar cabo de tanta glicose correndo pelas veias conseqüência número 1 da cintura larga , o organismo intensifica cada vez mais a produção de insulina, até não dar mais conta do recado. A elevação dos níveis desse hormônio acarreta um aumento da atividade do sistema nervoso simpático, que ordena uma maior contração dos vasos sangüíneos, explica Maria Teresa. Sem contar que os rins passam a reabsorver mais sódio. O resultado desse combinado: a pressão vai às alturas.

3 - AUMENTA O RISCO DE INFARTO E DERRAME

As células gordurosas localizadas na barriga produzem substâncias inflamatórias relacionadas a doenças cardiovasculares, afirma o cardiologista Heno Lopes, do Instituto do Coração, em São Paulo. Nas pessoas com cintura farta, há geralmente gordura em demasia na circulação. Nesse cenário, predominam moléculas de LDL, o colesterol ruim. Elas podem se alojar na parede de um vaso, disparando um processo inflamatório. Em meio a essa reação, forma-se uma placa que fechará a assagem do sangue e essa é a origem dos infartos e derrames.


4 - INFLUENCIA O ALZHEIMER

A constatação é recente e, por isso, ainda não se sabe ao certo o mecanismo que conecta a gordura visceral à maior prevalência da doença que apaga a memória. Um estudo do Centro de Pesquisa Kaiser Permanente, nos Estados Unidos, sugere que indivíduos com barriga e outro fator envolvido na síndrome metabólica correm um risco três vezes maior de desenvolver Alzheimer. O vilão pode ser um mal que é pura conseqüência do excesso de banha no abdômen, o diabete. O aumento dos níveis de glicose danifica os neurônios, justifica o neurologista Cícero Galli Coimbra, da Unifesp.

5 - PREJUDICA O FÍGADO

A gordura que está debaixo da parede abdominal pode passear entre os órgãos e, num belo dia, fixar residência no fígado. Ela consegue se depositar dentro das células dessa glândula, os hepatócitos, conta a médica Edna Strauss, da Universidade de São Paulo. Quando mais de 10% delas estão obesas, por assim dizer, instala-se a esteatose hepática, caracterizada por inflamações que, com o tempo, provocam a morte dos tais hepatócitos e podem até mesmo levar o fígado à falência.



6 - CONTRIBUI PARA A DISFUNÇÃO ERÉTIL (Isso é o mais grave ! rs)

A notícia é de assustar qualquer homem, sobretudo os que têm mais de 40 anos e cultivam uma barriga saltada. A gordura visceral, associada a altos níveis de colesterol e triglicérides, patrocina a perda da ereção e do apetite sexual. Quem tem síndrome metabólica está mais sujeito às baixas de testosterona, alerta o médico Carlos Da Ros, da Sociedade Brasileira de Urologia. Não à toa. É que, nesse pessoal, os testículos passam a produzir uma menor quantidade do hormônio masculino, que é essencial à ereção.

Antes de afetar o desempenho do homem durante a relação sexual, a queda dos níveis de testosterona rouba a sua própria libido. A síntese do hormônio tende a cair com a idade, mas nunca cessa por completo. Dosagens mínimas, porém, achatadas pela gordura da barriga, podem esfriar o apetite sexual.

7 - ESTÁ LIGADA À DEPRESSÃO

E isso vai além da insatisfação com o próprio corpo. As alterações na pressão e nas taxas de açúcar que acompanham os barrigudos favorecem quadros depressivos. A bagunça armada no corpo e mesmo certas medidas para controlá-la interferem na atividade cerebral. Quando se mexem nos níveis de colesterol, pode-se prejudicar a síntese de neurotransmissores por trás da sensação de bem-estar, exemplifica Alexandrina Meleiro, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo. Ou seja, tudo colabora para a tristeza sem fim.

8 - PROVOCA DORES NAS COSTAS

Aquela gordura extra acima da cintura modifica o centro de gravidade corporal, obrigando a coluna a se contorcer para não perder o equilíbrio. Assim, surgem as dores constantes, inclusive musculares. Sem contar que a pança pesa e todo quilo a mais, não importa onde esteja, sobrecarrega as costas. Isso pode ser um fator de risco para a hérnia de disco, diz o ortopedista Arnaldo José Hernandez, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, em São Paulo.

9 - DETONA OS JOELHOS

A postura que o barrigudo quase que fatalmente adota para compensar o peso concentrado na barriga acaba com essas juntas. A pélvis, localizada na cintura, vive mal encaixada. Isso faz com que o joelho se desgaste ao trabalhar em dobro, descreve Arnaldo José Hernandez. Daí a predisposição para fraturas por estresse, que ocorrem quando realizamos movimentos errados com freqüência. De quebra, esse tipo de sobrecarga pode gerar uma inflamação nas articulações, a artrite, e desestabilizar uma peça fundamental para o joelho se mexer, o tendão que liga a patela, o seu osso, à tíbia, o osso da canela.

Agora, vamos falar de coisas boas????

9 caminhos para livrar-se dela

1.COMECE POR ESTA: RELAXE!

Para a médica Maria Teresa Zanella, da Unifesp, se existe um culpado pela epidemia de gordura visceral e de síndrome metabólica , é o estresse. Hoje as pessoas vivem com pressa e sob tensão. Por isso, são mais sedentárias e, ansiosas, comem fastfood, exemplifica. O estresse, aliás, é mais do que um inimigo do estilo de vida. Ele dispara mudanças hormonais que colaboram com a manutenção da barriga em si. A tensão faz subir os níveis do hormônio cortisol e propicia um aumento das taxas de glicose no sangue, explica a psiquiatra Alexandrina Meleiro, do HC paulistano. Por questões bioquímicas, isso leva o organismo a acumular mais e mais gordura bem... adivinhe onde! A ordem, portanto, é relaxar. Procure respeitar as oito horas de sono, as oito de trabalho e as oito de lazer (meu sonho ter tantas horas pra isso tudo !), aconselha Alexandrina. Para aplacar o estresse, aposte na meditação e desligue a mente da rotina por alguns minutos respirando lentamente e ouvindo uma música calma. Dedique um tempo do seu dia a algo que lhe dê prazer, dá a dica a psicóloga Marilda Lipp, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

2. APOSTE EM CERTOS NUTRIENTES

Cálcio, gorduras insaturadas e flavonóides: alimentos ricos nessas substâncias são indispensáveis ao cardápio de quem pretende murchar a cintura. O cálcio atua no controle glicêmico, diminuindo a resistência à insulina e facilitando a perda de gordura visceral, diz a nutricionista Mariana Del Bosco, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. O ideal é ingerir fontes do mineral pelo menos três vezes ao dia. Ou seja, invista no leite desnatado e em seus derivados magros, além de verduras como brócolis. Outra medida essencial: escolha bem as gorduras da sua dieta. Diminua o consumo das saturadas que estão nas carnes e elimine para todo o sempre as trans, aquelas das frituras. Tente substituí-las pelas monoinsaturadas do azeite, que melhoram a ação da insulina, e pelo ômega-3 do salmão, que regula respostas inflamatórias juntos, eles ajudam a afinar o abdômen. Também vale maneirar nos carboidratos de rápida digestão, como doces e massas que inflam a barriga mais depressa. E não se esqueça dos flavonóides dos chás e das frutas vermelhas: eles fazem os adipócitos, a alcunha científica das células gordurosas, emagrecerem. E a barriga também.

3. CAPRICHE NAS FIBRAS

Elas promovem o aumento da saciedade. As fibras não elevam o pico de açúcar no sangue. Portanto, evitam a descarga de insulina na circulação, diminuindo a sensação de fome, explica a nutricionista Eliana Giuntini, do Laboratório de Bioquímica dos Alimentos da Universidade de São Paulo. Por passarem mais devagar por todo o sistema digestivo, essas substâncias retardam a vontade de comer e beneficiam o trânsito intestinal. São encontradas principalmente nas frutas, nos cereais integrais e em leguminosas como o feijão, diz Eliana.

4. PRESTE ATENÇÃO NA POSTURA

Quem está todo torto parece ser mais barrigudo. Manter os ombros abertos e a coluna sempre reta diminui essa impressão. Mais do que isso, porém, a postura correta, segundo certas correntes de especialistas, favorece a circulação e, conseqüentemente, a queima da gordura localizada. Quando estiver sentado de frente para o computador, apóie bem as costas na cadeira, deixe os pés no chão e os braços posicionados sobre os encostos laterais. Evite ficar mais de 45 minutos sem se levantar. Bastam dois minutos de pé para aliviar o peso sobre a coluna, assegura o fisioterapeuta Helder Montenegro, do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, em Fortaleza.

5. FIQUE DE OLHO NOS HORMÔNIOS

Realizar exames de rotina, sobretudo depois dos 40, é o modo mais eficaz de flagrar desequilíbrios hormonais que favorecem o acúmulo gorduroso no abdômen com o passar do tempo. Nas mulheres, a queda de estrogênio na menopausa desregula a distribuição da gordura, facilitando a formação da barriga, avisa o cardiologista Otavio Gebara, do HC de São Paulo. No caso dos homens, níveis muito baixos de testosterona estão associados tanto ao colesterol alto quanto ao umbigo protuberante. Por fim, se necessário, deve-se iniciar a reposição hormonal sob orientação médica.

A baixa de testosterona resulta em desânimo e fraqueza muscular. Quando indicada, a reposição reequilibra os hormônios, o que dá, inclusive, disposição para perder a barriga, diz o urologista Fernando Facio, da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, no interior paulista.

6. FORTALEÇA CERTOS MÚSCULOS

Os abdominais, por si sós, não moldam o abdômen. Até porque não exigem um grande gasto energético. Ainda assim são parte imprescindível da receita antibarriga. Eles desenvolvem a musculatura da região e, daí, menos gordura se acumulará entre as vísceras. Isso mesmo. O músculo fortalecido requer energia mesmo em repouso e vai atrás das fontes mais próximas, ou seja, da própria gordura visceral, explica Francisco Navarro, do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício. Ou seja, primeiro você precisa conquistar barriga lisa graças a uma
atividade aeróbica. A partir disso, tem nos célebres abdominais a chave para mantêla em forma. E mais: com um abdômen definido, você melhora a postura. Aliás, para alcançar esse benefício específico, a mensagem é malhar para fortificar os ombros, as costas e o peito. Ao exercitálos, você também aumenta a queima de calorias do corpo em repouso. Aí ele não estocará tanta gordura por bobagem.

Invista nas flexões de braço, que desenvolvem o peitoral na hora de erguer o corpo e as costas durante a descida. Quanto aos abdominais, nunca deixe de lado os exercícios oblíquos, que tonificam a lateral da barriga. Isso faz tremenda diferença. Outra dica é levantar peso em pé, o que obriga o abdômen a se contrair.

7. FAÇA EXERCÍCIOS AERÓBICOS

Suar a camisa é preciso, seja na corrida, no ciclismo, seja na natação. Praticados regularmente, esses esportes oferecem um gasto calórico capaz de desinflar o ventre. Eles trabalham com muitos grupos musculares, diz a educadora física Camila Coelho, da Universidade Estadual Paulista, em Rio Claro. Daí, aceleram o metabolismo, intensificando a perda de peso. E, ao ganhar condicionamento, você pode adotar treinos mais intensos, que consomem mais energia em menos tempo.

8. TAMBÉM PRATIQUE IOGA, PILATES OU DANÇA

Essas são atividades complementares importantes porque trabalham a postura e os músculos.
O pilates exige muito do abdômen e, ao mesmo tempo, corrige a posição da coluna, diz a educadora física Aline Haas, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Para quem prefere a dança, vale experimentar a do ventre, que afina bastante a cintura. Já a ioga, apesar de torrar menos calorias, acalma os ânimos algo fundamental para o sucesso da empreitada antibarriga.

9. FORÇA DE VONTADE

Apesar de ter ficado por último, ela é o primeiríssimo ingrediente de qualquer fórmula que pretenda dar cabo da barriga. Você deverá estar convicto da importância de perder essa gordura localizada para fazer os devidos ajustes na dieta, seguir uma rotina diversificada de exercícios, corrigir a postura e, para completar, manter a ansiedade de ver as medidas diminuírem sob controle. Está em suas mãos, enfim, conquistar uma barriga enxuta. Em uma palavra, saudável.

por DIOGO SPONCHIATO

3 comentários:

Marcos Freitas disse...

Preciso me livrar dela, não aguento mais rs.

Vc ficou sabendo da promoção do meu blog? Ele está dando o livro "MAdonna 50 Anos"

cristina disse...

amei seu blog, inteligente e lindo, muito gostoso de ler! Parabens!

SAM disse...

Eu não tenho, preciso mesmo é modelar ela!

rs/

Biejo!

:D